Tatá Aeroplano

Notícias do Tatá

À procura da “Tristeza Retrô” ou A última aparição pública do “Triste”

Uma das últimas aparições públicas do “Triste” foi no dia 16 de novembro de 2017.
.
Depois de um longo tempo recluso em seu quarto de pensão, o “Triste” foi chamado pra discotecar no Zé Presidente junto com o Luiz Thunderbird.
Um convite do Guilhermoso Wild que junto com o Douglas Mam organizaram a noite “WildMam” com seus respectivos shows.
.
O “Triste”, que andava muito triste, improvisou um case com 13 Cd’s de clássicos do pós punk melódico, botou os discos no saco plástico do seu supermercado preferido e partiu a pé da Pompéia para a Rua Cardeal Arcoverde.
.
No meio do caminho encontrou o famigerado “Flavinho Guaraná” que o acompanhou até a porta da casa noturna. Antes eles pararam nuns botecos pro “Triste” entornar uns conhaques “esquenta orelha”.
.
O “Triste” chegou no Zé Presidente e encontrou queridxs amigxs como a Malu Maria, que acabou registrando em vídeo, sua última aparição, um momento único e visceral, motivo dessa postagem.
.
Foi uma noite menos triste para o “Triste” já que no fim da balada. Ele foi convidado a cantar um playback da sua canção “Tristeza Retrô”, lançada em 2013 pela banda Cérebro Eletrônico no álbum “Vamos Pro Quarto”.
.
Ele foi convidado a integrar a banda naquele período e se tornou figura carimbada dos palcos, festas e festivais por onde passou.
.
Um grande momento na trajetória do “Triste” que na empolgação torrou toda a grana dos cachês em noitadas alucinantes ao lado do Lucca Cramp, do Frito Sampler e de outras figuras que não vou citar nomes para não causar constrangimento.
.
Em 2017 o “Triste” foi convidado para morar num quarto de pensão no bairro da Vila Romana.
Lá se enturmou com o Beto Lanterna e com apoio da Rádio Fluxxx e Daniel Perroni Ratto criou a festa do “Cinema Nacional”. Festa badalada que ganhou edições históricas na Casa Gramo.
.
A festa pegou e a casa começou a encher. O “Triste” quis manter sua verve underground e curiosamente sumiu do mapa por uns tempos.
A última aparição do “Triste”, sem registro em foto e vídeo. Aconteceu na Sad Rave dedicada a música dos anos 80, em que ele foi convidado a fazer um set especial com músicas melancólicas dessa época. Um convite do Marcos Till.
.
Tive o prazer de acompanhar sua discotecagem nessa antológica noite junto com a Malu Maria, Indiara Nicolletti, Paulo Beto e a Apolônia Alexandrina.
.
No fim do ano passado. O “Triste” fiicou triste, mas muito triste porque o Quique Brown só convidou o Frito Sampler para participar do Festival Cardápio Underground e desde então me envia mensagens constantes dizendo que está preparando um álbum para rivalizar com o Frito.
.
Enquanto o disco dele não chega. Dá pra conferir sua última performance ao vivo no meu canal de youtube. Justamente aquele registro feito pela Malu Maria com participação do Guilhermoso e grande elenco.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *