Tatá Aeroplano

Notícias do Tatá

Em Fuga com Raul Seixas e Marc Bolan

Em fuga com Raul Seixas e Marc Bolan
.
Viajo com o Raul Seixas e o Marc Bolan. Fugidos da clínica de reabilitação onde estávamos internados.
.
Meu tio Alonso deixou seu Chevette antigo numa estrada de terra próxima a clínica. Pulamos o muro e entramos no automóvel que já estava ligado.
.
O Raul assumiu o volante cantando “Parei de Andar na Contramão”. O Marc Bolan pediu pra eu explicar a letra, eu canto pra ele em português e ele dá risada. Acho que entendeu a música do jeito dele.
.
O Raul tá vestido bem parecido com o meu pai, todo de branco, chapéu branco de palha e óculos escuros, as roupas que o velho vestiu na virada de 1999 para 2000.
.
É o Raul da última fase, da época que lançou a canção “Cowboy Fora da Lei”.
.
A gente chega pra passar uma temporada na casa dos meus pais em Bragança Paulista.
.
Um dos meus irmãos espalha que o Raul está morando com a gente.
.
A cidade inteira começa a colar em casa. O Raul fica animado e diz pra eu abrir um bloco de comandas e cobrar entrada de quem for ver o show voz e violão que ele vai fazer na cozinha.
.
A cozinha enche de gente, tiramos a mesa e as cadeiras, pra galera ver o show de pé.
.
O Raul senta num banquinho, dezenas de pessoas ocupam o recinto. Eu sugiro da gente levar a apresentação pra sala, mas ele prefere ficar perto da geladeira pra pegar mais cerveja.
.
O Marc Bolan vende as biritas junto com o meu pai, eles conversam em inglês e eu não entendo nada.
.
O Raul começa a tocar, mais pessoas chegam e a cozinha fica insuportavelmente cheia. Ele canta “Metamorfose Ambulante” e emenda em “Mosca na Sopa”.
.
Eu fico do lado da geladeira fazendo os backings vocals, servindo leite achocolatado com conhaque pro público.
.
O Raul continua animado com a festa. Faz uma versão bem Ventania de “No Fundo do Quinta da Escola”.
.
Alguns fãs colam no Raulzito oferecendo ganja, pó e birita. Ele só aceita birita e olha para mim com uma cara engraçada.
.
Fico de olho nele e começo a encher um copo de achocolatado com conhaque, tomo um gole e está muito doce, dou o copo pro Raulzito, ele dá um gole, faz cara feia e dá um grito: – YEAHHHH!
A apresentação termina com a galera em êxtase. Tá todo mundo feliz com o sucesso da noite. Eu, Raul, meu pai e Marc Bolan.
.
Quem vai embora paga a comanda com dinheiro vivo. Forma uma fila imensa pro segundo show do Raulzito.
.
A cozinha vira uma balada insana. Tem galera dançando enlouquecida em cima da pia, fumando, tomando todas. Perdemos o controle da parada.
.
O Raul fica bravo com a bagunça toda e diz que só toca se todo mundo sentar no chão da cozinha.
.
Meu pai cola em mim e no Marc Bolan e diz que teria sido mais jogo se a gente continuasse na clínica.
.
Perco a conexão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *